Os óleos essenciais são substâncias aromáticas, voláteis e complexas quimicamente, possuem propriedades e ações terapêuticas e devem ser utilizados com cautela e por profissional qualificado para obter-se os benefícios de suas propriedades.

O conhecimento dos óleos essenciais, sua procedência, sua conservação, suas indicações e contra indicações, precauções, diluições, métodos de utilização, toxicidade, dosagens e a ética do profissional para com o seu cliente, considerando-o um ser único, atuante e autônomo, com potencialidades e fragilidades a serem respeitadas são necessárias para a prática segura no uso dos óleos essenciais e consequentemente para o sucesso terapêutico. Na prática é  primordial que o profissional em seu primeiro contato com o cliente, realize uma anamnese associada a leitura corporal para obter o maior número de informações acerca desse indivíduo para melhor orientá-lo a alcançar o seu equilíbrio vital, ou seja, do corpo, da mente e da alma.

A terapia com óleos essenciais não deve substituir o cuidado médico e este deve sempre ser informado quando de sua utilização porque o uso de óleos essenciais pode mascarar sintomas inviabilizando um diagnóstico seguro como também vir a interferir na resposta da ação do medicamento que possa ser prescrito.

Estudos estão sendo realizados e suas propriedades terapêuticas podem auxiliar a medicina ortodoxa a proporcionar uma melhor qualidade de vida ao indivíduo.

Gloria Taveira .:. 21 3563-9217 .:. 98111-7402